AMLINORTE
 
 
 
 
 
 
 
 
Leda Saraiva Soares
Natural de Osório. Residiu em Tramandaí desde a mais tenra idade. Professora, escritora, pesquisadora, historiadora da região Litoral Norte. Licenciada em Língua Portuguesa e Literaturas pela PUCRS. Membro da Academia de Escritores do Litoral Norte/RS. Membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Santo Antônio da Patrulha; Patrona da Biblioteca da Escola Estadual de Ensino Médio 9 de Maio - de Imbé.

Comend...Vizualizar perfil completo
Perfil completo
Links
AELN - Ass. Escritores do Litoral Norte
Meu blog
29/12/2011 Missa de sétimo dia Gilberto do Amaral Saraiva
08/12/2011 Feira do Livro em Caspernoste.
24/11/2011 Aos Ventos do Mar e da Lagoa
23/11/2011 Escritores participantes da Antologia III - AELN -Gaúcho
23/11/2011 Lançamento da Antologia III - AELN Gaúcho
14/11/2011 AELN - Lança Antologia III na Feira do Livro em Porto Alegre
06/11/2011 AELN - Lança Antologia III na Feira do Livro em Porto Alegre
02/10/2011 SURU BICO, BICO, BICO
19/06/2011 Programação cultural na Festa Nacional do Peixe de Tramandaí
19/06/2011 13ª FESTA DE SÃO PEDRO
 
+ Arquivos
Blogs
27ª Moenda da Canção
Aidyl Peruchi
Ana Claudia Gonçalves
Andrea Hilgert
Bola - Wind Fly
Cassia Message
+ Blogs
 
  Leda Saraiva Soares
 
21/04/2011
Entrevista Mariza Simon Dos Santos


A escritora Mariza, entrevista especial,membro da AELN/RS é uma das organizadoras da Feira do Livro de Capão da Canoa que teve início no dia 16 de abril e se estenderá até o dia 23.

1-Nome do entrevistado Mariza Simon dos Santos

2-Data da entrevista: Janeiro 2011

3-Há quanto tempo está na AELN? Desde sua fundação.

4-Cidade de origem: Carazinho.

5-Por que se tornou membro da AELN? Senti a necessidade de unir os diferentes escritores do litoral, promovendo uma reunião durante a 1ª Feira do Livro de Capão da Canoa em 2006 para discutirmos uma proposta cultural para a região litorânea. Deste Encontro nasceu a Associação dos Escritores do litoral norte, atualmente Academia.

6-Faz da escrita uma profissão? Não é uma profissão já que também sou professora aposentada, mas pela vontade de contribuir como cidadã pesquisando e difundindo a história rio-grandense, particularmente do litoral, pois tenho Mestrado em História da Cultura Brasileira. Continuo observando as mesmas antigas deficiências e atrasos no processo educativo-cultural nos jovens e crianças. ( hoje)

8-Como descobriu o caminho das letras? Como brotou o desejo de escrever? Sempre trabalhei com a preservação da cultura; me fascinam as questões da memória, da identidade, dos diversos processos culturas (usos e costumes ). Pesquiso bastante e prazerosamente.


9-Sofreu alguma influência? Posso identificar meus tios Homero Simon e Edith Simon como incentivadores e exemplos para mim. Minha formação no Colégio Centenário,em Santa Maria, de direção americana (década 40 a 50) foi fundamental na minha formação.

10-Que horário reserva para suas leituras? E para escrever? Não tenho horário preferido. Gosto de trabalhar durante o dia mas, eventualmente continuo á noite, especialmente nestes tempos modernos, quando temos a internet e o mundo ao nosso fácil alcance.
11-Que obra ou obras publicou? Publiquei dois livros, participei de algumas Antologias, pesquisas técnicas, revistas científicas. Meu trabalho como Assessora de Cultura e diretora de Departamentos na Secretária Estadual de Cultura por cerca de 15 anos em diferentes governos estaduais, me propiciaram muitas e diversas visões do processo cultural no Estado e no País. Tive o grande privilégio de assessorar o escritor e folclorista Barbosa Lessa, uma inteligência brilhante, além de trabalhar com importantes intelectuais como Luiz Antonio Assis Brasil, MilaCauduro, Carlos Jorge Appel, Tarcísio Taborda, Lauro Pereira Guimarães,Dante Laytano, Paulo Xavier, Moacir Domingues e tantos outros.

12-Fale dela ou delas?Meu livro “Honório Lemes - um líder carismático” pesquisa a participação deste revolucionário na conjuntura político-social da República Velha.
Esgotado.
“Origens de Capão da Canoa -1920-1950” recupera o povoamento inicial litorâneo, com ênfase no surgimento do Capão do Arroio, posteriormente Capão da Canoa.
13-Foi difícil a publicação?
Sempre publiquei s minhas expensas. .Uma publicação tem custos altos e o processo de divulgação é inexpressivo. Publicar e divulgar torna-se difícil para qualquer escritor que não seja midiático.

14- Como vê a cultura no litoral Norte?
Vindo morar em Capão da Canoa devido problemas sérios de saúde e já aposentada, deparei com carências culturais. Como diretora do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado – IPHAE – conhecia o trabalho cultural e artístico de Osório, Santo Antonio da Patrulha e Torres.
Busquei incentivar e promover ações culturais junto CASA DO ARTISTA CAPONENSE, e quando Presidente e participei ativamente das gestões para a criação da CASA DE CULTURA ÉRICO VERÍSSIMO, onde continuo a contribuir, sem vínculos. Fui a 1ª Presidente do Conselho Municipal de Cultura e Patrimônio (COMUC) e participei ativamente das quatro (04) edições das Feiras de Livros de Capão da Canoa. Atualmente, como vice do Presidente Mário Feijó na Academia dos Escritores do Litoral Norte, sinto-me capaz para contribuir na promoção e incentivo Cultura litorânea e no conhecimento de sua rica história, especialmente para os estudantes da região.

15-O que pensa sobre a tecnologia digital em relação ao livro impresso? Tenho firme convicção de que teremos livros impressos para determinados gêneros literários e digitais, queles voltados s áreas técnicas. Só o tempo dirá. No Brasil levará muito tempo, mas nos países mais desenvolvidos o processo se acelerará.

CITE:

1-Um livro que tenha gostado e que recomenda: a trilogia “O tempo e o vento “!
Como romance histórico.
2-Um autor de sua preferência: Érico Veríssimo entre tantos outros

3-Um ídolo: Não tenho ídolos

4-Um filme inesquecível: “E o vento levou”

5-Uma música preferida: Meu gênero musical preferido são os “blues”.

5- Uma personalidade que admira: o líder Nelson Mandela

6- Um recado para ler mais ou começar a gostar de ler. O hábito deverá ser iniciado
na família; posteriormente, complementado pela escola.
7- Fale sobre o que desejar.
A AELN tem uma proposta de médio e longo alcance para a consecução de seus objetivos. Penso que estamos avançando. Temos caminhos a percorrer e um deles deverá ser nossa integração com os cursos de Literatura e História nas Universidades regionais.


       
 
 Post Anterior
06/03/2011
ESTÁ ACONTECENDO A FEIRA DO LIVRO DE TRAMANDAÍ
  Próximo Post
28/04/2011
A Aparição
Deixe aqui seu Comentario
 
Blogs
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-2ª parte
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-1ª parte
Marina Raymundo da Silva
Imagem centenária de Santa Catarina de Palmares do Sul
Marina Raymundo da Silva
Medalha Dante de Laytano
Marina Raymundo da Silva
Lançamento de livro A Coberta dalma no L.N. do Rio Grande do Sul
Marina Raymundo da Silva
Lançamento de livro Navegação Lacustre Osório-Torres- 3ª edição
+ posts
Cadastre seu flyer + eventos
 
    Parceiros
 
Todo conteúdo, imagem ou opiniões publicadas aqui neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro.
 
 

www.rotaacoriana.com.br