AMLINORTE
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Projeto Rota Açoriana:

O litoral do Rio Grande do Sul, foi povoado pelos colonos açorianos, onde já estavam os negros escravos trabalhando nas primeiras estâncias, os açorianos também passaram por imensas dificuldades e isso ajudou a aproximá-los dos negros e com o passar do tempo esta interação gerou uma cultura muito rica, que por muitos anos ficou restrita somente naquela região, mas nas últimas décadas pesquisadores e forças vivas, começaram a divulgar este fantástico patrimônio cultural, mas agora é chegada a hora de uma irradiação maior de todos estes trabalhos pesquisados e isso virá através do portal “ Rota Açoriana”.

O Portal divulgará a cultura afro-açoriana com suas danças, músicas, religiosidade, artesanato, literatura, e também o turismo ecológico, esportivo e cultural, rotas turísticas e gastronomia.

A Rota Açoriana nasceu para a unificação dos municípios litorâneos deixando de ser ilhas e se transformarem em um continente de riqueza cultural e turística. Que possamos de mãos dadas caminharmos juntos nesta única e mesma direção!

Vão fazer parte da Rota açoriana os municípios do litoral: entre Rio Grande até Torres, e na serra do mar: de Santo Antônio da Patrulhao à Mampituba.

Litoral unificado
"A Rota Açoriana nasceu para a unificação dos municípios litorâneos deixando de ser ilhas e se transformarem em um continente de riqueza cultural e turística. Que possamos de mãos dadas caminharmos juntos nesta única e mesma direção!"
Ivo Ladislau (Pesquisador e Compositor)
Blogs
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-2ª parte
Marina Raymundo da Silva
Escritora professora Branca Diva Pereira de Souza-1ª parte
Marina Raymundo da Silva
Imagem centenária de Santa Catarina de Palmares do Sul
Marina Raymundo da Silva
Medalha Dante de Laytano
Marina Raymundo da Silva
Lançamento de livro A Coberta dalma no L.N. do Rio Grande do Sul
+ posts
Depoimentos
João Luis Corrêa
Eduardo Westfallen Velho
Loma
Ivo Ladislau, Clea Gomes e Carlos Catuipe
 
Blogs comentários
Artur Pereir dos Santos
Anigo Paulinho! Estou novamente me deliciando com as fotos antigas de minha terra. Cheguei aí em 1952. O Arroio da Pescaria tinha, então, seu traçado da Praia do Barco, passando pelo lado leste do Capão da Negrada e na Rua da Pescaria (Ari Silveira de Souza) fazia um curva e ingressava no hoje valão, seguindo na direção sul até Praia do Remanso, em XAngri-lá. Ao mesmo tempo em que com uma curva voltada para o Norte passava pelas imediações da Prefeitura, seguindo um curso entre a Tupinambá e Rudá até desaguar no Mar. Mais ou menos onde cruzava com o atual traçado da Paraguassu existia um açude, nas proximidades da oficina mecânica do Manoel Faz Tudo e da residência do Sr. Alberto Mury onde a gurizada tomava banho na volta da escola.
Adicione fotos do seu site + fotos
 
 
 

www.rotaacoriana.com.br